TERRA DE NINGUÉM

Sinopse

Paulo oferece retratos sublimados das crueldades e paradoxos do poder assim como das revoluções que o depuseram, apenas para erguer novas burocracias, novas crueldades e paradoxos. O seu trabalho como mercenário encontra-se na franja destes dois mundos.

Bio-filmografia do realizador

Salomé Lamas (n.1987, Lisboa) estudou cinema em Lisboa e Praga, artes visuais (AMF) em Amesterdão e é doutoranda em estudos fílmicos na Universidade de Coimbra.
Estreou-se na longa-metragem de documentário com 'Terra de Ninguém “(2012) que estreou internacionalmente na Berlinale (Forum) e foi lançada nos cinemas e em DVD em Portugal, França e Espanha. Realizou outros dois filmes 'Eldorado XXI “(2016) e” extinção “(2016-em finalização).

O seu trabalho tem sido exibido tanto em contextos artisticos como em festivais de cinema, como NIMK Holanda Instituut voor Mediakunst, Fundação Calouste Gulbenkian, BAFICI, Museo Nacional Centro de Arte Reina Sofia, Mar del Plata Film Festival, FIAC, Roma Film Festival, MNAC Nacional Museu de Arte Contemporânea – Museu do Chiado, DocLisboa, Documenta Madrid, Festival Internacional de Não-ficção, Guggenheim Bilbao, Pacific Film Archive do MoMA – Universidade de Berkeley, Harvard Film Archive, Museu de Imagens em Movimento de Nova Iorque, Museu Judaico de Nova Iorque, Fid Marselha, Arsenal Institut fur film und videokunst, Cinema du Reel, CalArts, UCLA Hammer Museum, Museu de Arte Contemporânea de Serralves, La Casa Encendida, CPH: DOX, Centre d’Art Contemporain Genève, Bozar – Centro de Belas Artes, Tabakalera, Les Rencontres Internationales – Nouveau Cinema et Art Contemporain etc.
Colabora com a produtora O Som e a Fúria e é representado por Miguel Nabinho Gallery – Lisboa 20.
Lamas recebeu bolsas de estudo da Rockefeller Foundation Bellagio-Center, Fundação Bogliasco, MacDowell Colony, Yaddo, DAAD Berliner Künstlerprogramm, etc.

+ Info at www.salomelamas.info

EXTINCTION  [in post-production] ELDORADO XXI [2016] HORIZON NOZIROH [2016] (video installation – co-directed with Gregorio Graziosi in collaboration with Christoph Both-Asmus)  A TORRE [2015] MOUNT ANANEA (video installation) [2015] NORTH: TRIAL BY FIRE (audiovisual performance) [2015]   LE BOUDIN [2014]  THEATRUM ORBIS TERRARUM [2013]  TERRA DE NINGUÉM [2012] A COMUNIDADE [2012]  ENCOUNTERS WITH LANDSCAPE3X [2012]   VHS [2010-2012] • GOLDEN DAWN [2011] IMPERIAL GIRL [2010]  JOTTA: A MINHA MALADRESSE É UMAFORMA DE DELICATESSE [2009] (co-realizado com Francisco Moreira)  O PALIMPSESTO DA RAPARIGA CISNE OU CHOVEU DURANTE DOIS DIAS E A PAISAGEMALTEROU-SE [2008] 

Estreia em salas

ESPANHA: 31 MAIO 2013
PORTUGAL: 28 DE NOVEMBRO 2013

Festivais & Prémios

Doclisboa’12 – Competição Portuguesa [Portugal, 2012]: Prémio Restart para Melhor Longa Portuguesa, Prémio Jameson para Melhor Primeira Obra, Prémio do Publico para Melhor Longa Portuguesa e Prémio Liscont para Melhor Longa da Competição Nacional
Documenta Madrid [Espanha, 2013]: Menção Especial do Júri
63 Berlinale – Forum [Alemanha, 2013]
Documentary Forthnight – MoMa [EUA, 2013]
Cinéma du Réel [França, 2013]

Ver mais

Sons

Ficha artística

.

Ficha técnica

Argumento e realização Salomé Lamas Director de fotografia Takashi Sugimoto Som Bruno Moreira Montagem Telmo Churro Produtores Luís Urbano, Sandro Aguilar

HD | 16:9 | COR | 72’

© O SOM E A FÚRIA 2012